fbpx
0
Empreendedorismo, Gestão Empreendedora, Investing Planing, Liderança

De acordo com pesquisas de opinião, apenas 10% das pessoas se encorajam a interagir com um grande público. O best-seller internacional para adolescentes, o “Livro das listas – uma coletânea das informações mais curiosas do mundo”, dá aos discursos públicos o primeiro lugar entre todos os medos humanos. As pessoas têm mais medo de subir num palco do que subir no telhado de um arranha-céu para enfrentar insetos desagradáveis, problemas financeiros e até a morte.
Como reconhecer o problema
Se você pensa: “isso não é sobre o meu filho, ele não tem medo do público”. Saiba: você pode estar errado! Muitas crianças apresentam falta de confiança para responder ao professor ou para participar de debates em sala de aula. Se o seu filho não comentar essas dificuldades com você, observe o comportamento dele em público ou peça para o professor anotar esse comportamento quando ele interage com a turma. Não é supérfluo fazer algumas perguntas ao professor ou à própria criança sobre o que lhe causa desconforto no processo educacional.
Discurso silencioso e tímido, falta de vontade de ler em voz alta, ansiedade perceptível e dicção difusa quando é necessário se comunicar com várias pessoas ao mesmo tempo. Essas são alguns dos sinais do medo de falar em público, que podem ser facilmente observadas na vida cotidiana. Se sintomas psicossomáticos estiverem ligados a essas manifestações, como náusea, dor de cabeça ou ataques de pânico, você deve entrar em contato com um psicólogo para obter ajuda.
Como se tornar uma criança mais extrovertida
Você pode ajudar seu filho a ganhar confiança em si mesmo: deixe-o praticar a expressão em seu rosto pelo espelho, dê a sua opinião sincera ou grave uma apresentação dele em vídeo. Uma visão lateral permitirá que a criança trabalhe através dos pontos fracos, observe as lacunas em sua história e preencha-as com as informações necessárias.
Discuta como aliviar a tensão antes de sair para o público e o que fazer se você não puder responder a perguntas. Envolva seu filho em uma comunicação ativa com sua família, porque ele se acostumará a expressar e defender sua posição, bem como conduzir calmamente a discussão.
Mas, lembre-se: cada criança exacerba as habilidades adquiridas no seu tempo.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *